quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O sonho

Ontem à noite sonhei que tinha ido visitar uns amigos de bicicleta.  Para não deixar a frase assim com sentido atravessado, quero dizer que fui visitar pedalando minha bicicleta uns amigos.
Cheguei. Saudei um a um. Conversamos sobre assunto de que não me lembro absolutamente de nada e também não sei porque tinham ali alguns carros de modelos antigos perto de nós.
Como em sonho as coisas se sucedem seguidamente, me via agora em minha sala de aula dando mais uma lição de inglês. E no mesmo instante jogava um tipo de esporte que não me lembro qual era com uns tipos que não inspiravam muita confiança. De repente estava novamente conversando com os amigos que eu tinha ido visitar e, dessa vez,  estávamos na frente de uma igreja setados em cadeiras de balançar.
No sonho, na sessão em que eu conversava com os amigos que eu tinha ido visitar, me dei conta de perguntar a hora e soube que era alta hora da noite e ninguém se dispos a ir me deixar a casa.
Se instalou um conflito em mim : enfrento o perigo do caminho pedalando ou faço o que? Estava em outros lugares no sonho ao mesmo tempo em que convesava com meus amigos e a preocupação de como voltaria para casa me atordoava.
Achei um carnê com oitenta reais dentro e a pessoa dona estava exatamente a meu lado com um homem  que não era o marido dela e, que ela estava tendo um caso amoroso. Entreguei o dinheiro e ela ficou muito feliz.
De novo eu estava no cenário do conflito de como voltaria para casa pedalando minha bicicleta alta hora da noite. A preocupação so aumentava. De repente tudo se resolveu. Acordei. Olhei para o quarto atordosdo e era um sonho.