quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Down and Up

Eu ando e carrego comigo a mim mesmo
E vou deixando parte de mim por aí a esmo.
Carrego meu coração
Ora pesado ora ligeiro
Ora tristonho ora bandoleiro
E o entrego assim mesmo
Para quem gosta de mim
(Meu coração não dou pra qualquer um)

Ando e carrego comigo minha fé
E com ela entendo
Que a vida não é simplesmente
Como ela é.

E o cansado se restaura
E o que carrego já não é
De um passo remisso
Mas de um passo largo
Fruto da minha fé.

Com ela
(Minha fé em Deus)
A vida não é simplesmente
Como  vida é.