terça-feira, 13 de dezembro de 2016

AS SAÍDAS DA VIDA (MICROCONTO)

Naquele dia abri a mochila e tirei um dos três livros que levei para ter o que ler e esquecer o percurso chato que se movia pela janela do coletivo. Na fila me espremi para entrar o mais rápido possível e encontrar um lugar para sentar no coletivo e ler; não consegui. Marcava a página com um de meus dedos e me equilibrava no ônibus lendo. Do meu lado uma moça também se equilibrando para ler as mensagens vinda de uma de suas redes sociais em seu celular. Na cadeira à minha frente duas senhoras trocavam número de telefone anotando nas antigas agendinhas de papel e se orgulhando disso. Alguns dias lamentava que minhas bicicletas estivessem quebradas me impossibilitando de pedalar que é um dos meus prazeres na vida, me lembrei que foi justamente aí que recobrei o prazer de correr a pé e que venho fazendo até hoje. A vida realmente apresenta boas saídas meu caro amigo. A vida sempre apresenta saídas.